top of page

Yom Kippur - O que a igreja tem a ver com isso?


Respondendo a alguns pastores e amigos da Igreja sobre Yom Kippur... "Yeshua, em seu ministério, nem mesmo com o seu sacrifício, removeu a obrigatoriedade de obediência aos seus estatutos (Jo 14:21) , mas sim fez sobre si expiação dos pecados removendo a punição da Ira de Deus para todo aquele que nEle crê e o ama "obedece" sendo o Kapporet (o propiciatório) que segura a ira de Deus! E o nome disso é Salvação! (Jo 3:16).

Um dia me perguntaram como um Crente em Yeshua deve ver ou se portar Yom Kippur: Bom, vejo Yom Kippur (dia da expiação - dia do perdão) não como um festa judaica e sim uma festa bíblica do Senhor, de unidade para quem é crente em Yeshua, que ja alcançou o milagre a salvação pelo sacrifício eficaz e definitivo do cordeiro de Deus, que tem um Sumo Sacerdote que digere todos os pecados daqueles que creem nele, onde alcançamos a misericórdia e achamos graça, de forma que podemos ser ajudados em tempo oportuno ( Hebreus 2:17 e 4:14).

A data do Dia da Expiação, é uma santa convocação que tem em sua origem, a ação da misericórdia de

Deus, perdoando o pecado da idolatria do Bezerro de Ouro, onde Sacerdotes da tribo de Levi tiveram que sacrificar seus irmãos, vizinhos "porquanto cada um será contra o seu filho e contra o seu irmão; e isto, para que ele vos conceda hoje uma bênção." e ai vai pelo capitulo 32 inteiro do Livro de Shemot (Êxodo) até quando chega no seu auge que vai do versículo 31 a 34 quando Moisés intercede de forma corajosa, mostrando um caráter divino de perdão e amor messiânico gerado pelo espirito de Deus dizendo: "Ora, este povo cometeu grande pecado fazendo para si deuses de ouro. Agora, pois, perdoa o seu pecado; se não, risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito."

QUAL O NOME DESSA ATITUDE DE MOISES? INTERCESSÃO = QUE É CLAMAR A DEUS COM ARREPENDIMENTO VERDADEIRO e o Senhor responde a isso sempre e respondeu Moises dizendo :

"Aquele que pecar contra mim, a este riscarei do meu livro. Vai, pois, agora, conduze este povo para onde te tenho dito; eis que o meu anjo irá adiante de ti; porém no dia da minha visitação visitarei neles o seu pecado.".

O pecado do Bezerro de Ouro, é o mesmo padrão de idolatria que vemos hoje repetidamente na Igreja, seja a símbolos, a cantores, a pastores e personalidades, que fazem de púlpitos verdadeiros palcos, onde o emocional e as oportunidades dadas são para aumentar o interesse no homem que fala ou canta e não sobre o DEUS que deve ser adorado!

Yom Kippur, para todos nós que cremos que O livro citado por Deus em Ex 32 esta claramente revelado em Apocalipse 5 "E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos." e o único que é digno de abrir o livro é aquele que tem o livro em suas mãos e foi o mesmo que falou a Moisés, a destra forte, o verbo que se fez carne - Yeshua - que é revelado por um dos anciões que diz: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos. (Apocalipse 5:5) é um momento de intercessão, jejum e arrependimento, como Sacerdotes, clamando perdão pela Igreja, que tem dificuldade de se ver como nação, Somos filhos Deus e temos que lutar pelo nossos irmãos como Moises lutou pelos seus! Então qual é mesmo a nossa função como Igreja em Yom Kippur? O jejum de Yom Kippur não é para a nossa salvação, mas sim para fortalecer a nossa intercessão!

Por isso no dia desta Santa Convocação do Senhor temos que assumir o nosso sacerdócio profético, que foi estabelecido antes da formação da tribo de Levi, pois vem pela Ordem de Melech Hatzadick ( Rei da Justiça - Melquisedeque) e INTERCEDER voltando para o Yeshua clamando arrependimento por toda a idolatria, prostituição e sodomia que possa ter dentro de nossas Igrejas, e ai sim, podemos clamar por uma transformação nos governos que foram instituídos por Deus de acordo com o merecimento da sua Igreja...

Deus não inventou suas Santas convocações para ELE, pois ELE sabe que não precisa de nós, mas que nós precisamos DELE e ELE nos quer em unidade e é o maior interessado na manutenção de nosso sacerdócio!

Me lembro de uma passagem de Joel que representa bem como devemos nos portar nos dias de hoje, não somente em Kippur ( seria interessante ver toda a igreja em um jejum de 24 horas no mesmo dia, na mesma hora, vestindo roupas de saco e pedindo perdão a aquele que tem o livro da vida na sua mão direita). Segue os direcionamento de Joel 2:12-14 "Agora, porém", declara o Senhor, "voltem-se para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto. " Rasguem o coração, e não as vestes. Voltem-se para o Senhor, para o seu Deus, pois ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor; arrepende-se, e não envia a desgraça.Talvez ele volte atrás, arrependa-se, e ao passar deixe uma bênção. Assim vocês poderão fazer ofertas de cereal e ofertas derramadas para o Senhor, o seu Deus."


282 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page